4 erros na hora de escolher maquiagem para pele oleosa: descubra o que você pode estar fazendo errado

Sofre com oleosidade e nunca consegue o efeito de pele sequinha na sua make? Saiba o que você pode estar fazendo de errado ao escolher os produtos da sua maquiagem (Foto: Instagram @elizabethrsawatzky)
Bases com óleo na fórmula não são a melhor opção para peles oleosas. Saiba o que mais pode pode estar provocando brilho excessivo na sua produção (Foto: Instagram @roxettearisa)
Fique de olho! Produtos que prometem acabamento matte são os mais indicados para pele oleosas (Foto: Instagram @makeupbydenise)
Sofre com oleosidade e nunca consegue o efeito de pele sequinha na sua make? Saiba o que você pode estar fazendo de errado ao escolher os produtos da sua maquiagem (Foto: Instagram @elizabethrsawatzky)

Quem sofre com oleosidade excessiva na pele conhece o drama: você caprichou na produção e, poucas horas depois, o look já está todo escorrido! Isso acontece com mais frequência do você pode pensar, mas muitas vezes, o problema é causado precisamente pelo uso dos produtos errados. Confira os 4 erros mais comuns na hora de escolher maquiagem!

1. Usar pó como base

Por mais inofensivo que pareça, o hábito de usar pó como base não é nem de longe a opção ideal. O primeiro motivo é pelo efeito pesado que ele deixa na make, correndo o risco de "craquelar" nas linhas de expressão ao longo do dia por conta da junção das partículas de pó com o óleo da pele. O segundo é que algumas fórmulas causam o entupimento dos poros, causando os tão indesejados cravos e espinhas. O ideal é apostar na fórmulas líquidas, que se espalham de forma mais uniforme e são absorvidas pela pele, sem craquelar com o passar das horas.

2. Usar bases muito hidratantes

É verdade que a pele oleosa também precisa de hidratação, mas usar uma base muito cremosa e hidratante não é o ideal. Esses produtos normalmente dão um aspecto ainda mais brilhoso à pele, além de terem tendência a escorrer ao longo do dia. Se você vinha cometendo esse erro até aqui, a partir de agora vale apostar em bases que oferecem um acabamento matte, sem pesar.

3. Recorrer ao blush em creme

Quem tem os poros mais dilatados, em geral, deve sempre preferir produtos em pó em vez dos que têm textura cremosa. Isso vale para o blush em creme, que apesar de deixar um ar mais natural em quem tem pele seca, pode fazer o efeito contrário na pele oleosa. Por ter uma consistência mais grossa e hidratante, ele deixa a região com aspecto pesado e "grudento".

4. Escolher um lápis de olho que não seja a prova d'água

Não tem nada pior do que se olhar no espelho e perceber que o lápis escorreu e borrou toda a região dos olhos! Isso é bastante comum para quem lida diariamente com a oleosidade no rosto, mas principalmente para aquelas que não sabem que os produtos à prova d'água para essa região podem ser grandes aliados. A dica é investir neles e também em alguns truques que garantam mais resistência ao delineado.