Acetona ou removedor: qual o melhor produto para retirar o esmalte das unhas?

A acetona remove mais facilmente o pigmento do esmalte, entretanto, o removedor garante unhas menos ressecadas. Descubra qual a melhor forma de retirar o esmalte das unhas
A acetona remove mais facilmente o pigmento do esmalte, entretanto, o removedor garante unhas menos ressecadas. Descubra qual a melhor forma de retirar o esmalte das unhas

Quem faz as unhas com frequência ou já pintou pelo menos uma vez a pontinha dos dedos, sabe da necessidade de um produto específico para retirar o esmalte. Apesar da reconhecida importância, boa parte das pessoas não conhece as diferenças entre um removedor de esmaltes e a acetona. Os dois ainda apresentam vantagens e desvantagens distintas, que foram esclarecidas pela dermatologista Carolina Stano e pela manicure Thais Rodrigues. Confira abaixo dicas e detalhes sobre os produtos.

Removedor provoca menos danos à saúde das unhas

O removedor de esmaltes é mais fácil de ser encontrado nas farmácias, e pode ser vendido sem restrições, diferente da acetona, que é considerado um solvente muito forte segundo a legislação brasileira, e só pode ser comprado por maiores de 18 anos. No entanto, é comum que os removedores também contenham um pouco de acetona, e apresentem em sua composição componentes hidratantes. "Os removedores podem conter acetona, porém em pequena quantidade, além de serem solventes mais suaves. E muitas vezes são enriquecidos com óleos que minimizam o ressecamento das unhas e hidratam ao mesmo tempo em que retiram o esmalte", explica a dermatologista Carolina Stano.

Acetona retira o esmalte mais facilmente

Além de ser mais difícil de comprar, a acetona traz alguns malefícios para a saúde das unhas. Efeitos como o ressecamento da pontinha dos dedos são normais após o uso do produto. "A acetona provoca mais danos a unha, pois acarreta maior ressecamento por ser um solvente muito forte. Com isso, as unhas podem ficar quebradiças e esbranquiçadas, além de ressecar também as cutículas e a pele ao redor das unhas", afirmou a dermato.

No entanto, a acetona tem uma vantagem essencial para as manicures, principalmente, por ser um produto mais forte e acabar removendo o esmalte mais fácil e rapidamente. "A acetona remove mais facilmente o esmalte, por isso é melhor para as manicures. Mas o removedor é mais indicado para retirar unhas artificais ou para clientes que tenham unhas mais sensíveis ou algum tipo de alergia", explica a manicure Thais Rodrigues.

Hidratar as mãos após a remoção do esmalte é válido para evitar o ressecamento das unhas

Em diferentes escalas, tanto a acetona quanto o removedor provocam um ressecamento das unhas. Por isso, hidratar as mãos após a remoção do esmalte é uma dica essencial, principalmente para quem tem uma pele mais sensível. "Logo após utilizar a acetona ou removedor, é aconselhável lavar as mãos para remover resquícios do produto que ficam na pele ao redor da unha e na própria unha, para evitar irritações e ressecamento. Em seguida, aplicar um creme hidratante, que pode ser específico para as mãos", aconselha Carolina Stano.