Como evitar bolinhas nas unhas depois de passar o esmalte

Evitar correntes de ar e fazer as unhas em um local fresco pode acabar com as temidas bolinhas após a esmaltação
Evitar correntes de ar e fazer as unhas em um local fresco pode acabar com as temidas bolinhas após a esmaltação

Depois de escolher a cor de esmalte ideal e acertar na aplicação do produto, ainda existe um risco das unhas não ficarem perfeitas: são as temidas bolinhas que às vezes se formam quando a esmaltação já está pronta e acabam estragando todo o visual. Confira agora dicas para se livrar do problema e conquiste mãos impecáveis.

Vento é um dos causadores das bolinhas

Correntes de ar são as inimigas número um das unhas feitas e precisam ser evitadas durante o processo de esmaltação. Segundo o químico Marcelo Pinto, todo esmalte possui solventes que se evaporam em contato com o ar para que o produto possa secar: "essas substâncias diluem o produto e são de fácil evaporação", explica. O vento de um ventilador perto de quem está pintando os dedos pode interferir nesse processo e o resultado são as temidas bolinhas - o problema pode ser evitado ficando longe desse tipo de equipamento até o produto estar completamente fixado nos dedos.

Calor é um dos fatores-chave do problema

Além do ar, Marcelo esclarece que o calor é outro fator que pode interferir no processo de secagem do esmalte: "é preciso evitar aplicar o produto em locais com alta temperatura", diz. Pintar as unhas em locais quentes pode facilitar a evaporação dos solventes, o que acaba causando as bolinhas.

Como o calor brasileiro pode não dar trégua em algumas estações do ano, existem alguns truques que toda mulher pode usar para ter unhas sempre bonitas. Quando não é possível modificar a temperatura ao redor, o ideal é tentar baixar um pouco a da própria mão para que a aplicação do esmalte ocorra sem problemas. Mergulhar os dedos em um pote com água gelada antes de começar ou segurar uma garrafinha enquanto está no salão são medidas que ajudam. Outra dica é abusar do spray secante, que libera um ar frio quando é aplicado nos dedos.

Aplicar o esmalte da forma correta também faz diferença

As bolinhas estão diretamente ligadas ao processo de evaporação do esmalte e por isso é importante deixar a primeira camada secar bastante antes de aplicar a segunda. Demãos muito grossas também atrapalham a secagem e podem causar os desagradáveis pontinhos, então vale apenas aplicar apenas a quantidade necessária para conseguir uma boa cobertura.

Top Coat pode ajudar a disfarçar os pontinhos

Além de finalizar as unhas com um brilho irresistível, os top coats também podem ser bons parceiros na hora de acabar com as bolinhas. Como tendem a uniformizar a textura das unhas, o produto pode salvar a manicure quando o problema insiste em continuar.