Erros comuns ao usar a máscara de cílios: confira 5 exemplos do mau uso do produto

Conheça os riscos de usar a máscara de cílios do jeito errado! (Foto: Instagram @maybelline)
Partilhar a máscara com as amigas pode não ser boa ideia, já que a probabilidade de contaminação é alta (Foto: Instagram @camilaqueiroz)
Bombear a máscara para que saia mais produto também é errado, já que deixa entrar ar na embalagem e destabiliza a fórmula (Foto: Instagram @maybelline)
Conheça os riscos de usar a máscara de cílios do jeito errado! (Foto: Instagram @maybelline)

Em qualquer ocasião, a máscara de cílios é aliada para deixar o look mais arrumado e poderoso. Apesar de ser um item indispensável para a maquiagem,existem alguns erros frequentes que podem impedir um resultado perfeito e até prejudicar a saúde dos olhos. Para não errar mais e garantir um olhar fatal é preciso ficar atenta. Confira os 5 mais comuns e esclareça as dúvidas com as dicas de Juliana Rakoza, maquiadora oficial de Maybelline NY!

1. Usar os resíduos de produto acumulados na embalagem

Ao retirar o aplicador do tubo da máscara de cílios, por vezes ele vem com excesso de produto na ponta e muitas acabam por limpar esse resíduo na borda do tubo. O problema é que ao aplicá-la, essa "sujeirinha" fica exposta ao ar e acaba secando. "Na hora de inserir a escova de novo no tubo de novo, você arrasta essa máscara seca, misturando-a com a fórmula fresca", explicou a maquiadora Juliana Rakoza. "Isso contamina o produto e diminui o seu tempo de vida", afirma a especialista. Para evitar que isto aconteça, o ideal é limpar o excesso em um lenço de papel.

2. Não verificar a validade da sua máscara

Todos os produtos de beleza têm uma validade específica que deve ser respeitada, já que, ao longo do tempo, eles vão perdendo a sua estabilidade. Quando se trata dos que podem entrar em contato com os olhos, a atenção deve ser redobrada, já que esta região é uma das mais sensíveis do corpo. Por isso, é muito importante não usar uma máscara antiga e sempre verificar a sua data de validade, para evitar irritação ou até mesmo infecções oculares.

3. Usar a máscara da amiga ou emprestar a sua

Por motivos semelhantes, vale evitar emprestar a máscara de cílios para a amiga. As infecções dos olhos são altamente transmissíveis e a maioria é imperceptível a olho nu, o que faz com que a sua amiga possa passar algum microrganismo para a sua máscara sem se quer perceber. O mesmo é válido para experimentar o produto já aberto em lojas ou quiosques.

4. Bombear o aplicador para retirar mais produto

Este é o hábito mais comum de todos! Muitas têm a mania de bombear o aplicador dentro do tubo da máscara para retirar mais produto, especialmente se este já está no final. Porém, o costume também pode trazer problemas. "Esse gesto traz ar para dentro do tubo de máscara, o que resseca o produto e ainda desestabiliza a fórmula", entregou Juliana Rakoza. O ideal é girar o aplicador dentro da embalagem, em movimentos circulares, para saturar a escova com o produto.

5. Dormir com máscara nos cílios

Não é novidade para ninguém que dormir de maquiagem pode trazer alguns danos à saúde da pele. No entanto, quando se trata dos cílios, muitas ainda não têm esse cuidado e acabam esquecendo de remover o produto dos olhos. O que acontece é que os fios vão se quebrando de acordo com os movimentos feitos durante o sono, assim, à medida que os pelos encostam no travesseiro ou nas mãos, pigmentos da máscara podem entrar nos olhos. O hábito pode ainda causar infecções, além de quebrar e fragilizar os fios.