Esmalte tem validade? Como saber se está estragado? Confira as dicas

O esmalte vencido é fácil de ser reconhecido no meio dos outros! Veja as dicas da manicure na matéria  (Foto: Instagram @nahcardoso / @esmaltecolorama)
Os perigos do esmalte vencido na manicure são um acabamento beeem inferior e possíveis reações alérgicas (Foto: Instagram @whitneyfransway)
Saiba como descartar o esmalte vencido sem prejudicar o meio ambiente (Foto: Instagram @betina_goldstein @shaninamshaik)
O esmalte vencido é fácil de ser reconhecido no meio dos outros! Veja as dicas da manicure na matéria (Foto: Instagram @nahcardoso / @esmaltecolorama)

Se você é daquelas esmaltemaníacas que tem um verdadeiro estoque de vidrinhos coloridos em casa, muita atenção: é preciso ficar de olho em cada um deles para não correr o risco de usar um esmalte vencido na sua nail art, viu?!

E nessa tarefa, é preciso monitorar não só a data de validade do produto como também ficar atenta a alguns detalhes na textura e aparência, que logo denunciam se o conteúdo está estragado ou não.

Quer saber quais são? Então continue lendo a matéria e aproveite para saber como descartar o líquido e o vidrinho do esmalte do jeito certo!

Sinais de que o esmalte estragou: textura mais grossa e secagem demorada são principais indícios

Para ajudar a reconhecer um vidrinho de esmalte vencido no meio de outros, o primeiro passo é procurar pela data de validade na etiqueta - que costuma ser de mais ou menos 2 anos. Maaaas, mesmo assim, pode acontecer que o item esteja dentro do prazo de uso e tenha estragado. Estranho, né? Mas a gente explica o porquê!

Por que isso acontece? Existem algumas explicações, mas o mais comum é que talvez você não tenha guardado ele em local arejado ou, então, algumas alterações químicas tenham acontecido dentro do vidrinho depois que o líquido entrou em contato com o ar.

O que observar: para saber se o esmalte está bom ou não, a manicure Lidiane Alves explica que vale a pena observar não só o acabamento da esmaltação como as características do líquido no vidrinho.

"Antes de aplicar na unha já dá pra reparar o erro, ainda mais se ele estiver esbranquiçado ou craquelado. Além disso, o esmalte vencido costuma demorar muito mais a secar e vai formando uma capinha mais grossa na unha, até dando bolinhas na superfície", detalha a manicure.

Os perigos do esmalte vencido: por que não usar?

Antes que aperte o coração ter que jogar o seu vidrinho favorito fora, lembre-se de que além do acabamento inferior, esmaltes fora da validade também podem oferecer riscos para a saúde, já que podem causar a alergia de contato.

Normalmente, esse tipo de reação alérgica não se manifesta nas unhas ou pontinhas dos dedos, mas logo aparece em forma de bolhas, escamação e coceira nos olhos, boca e pescoço - que são justamente as regiões onde as mãos mais tocam.

O que fazer com esmaltes velhos e vencidos: saiba como descartar o conteúdo e o vidrinho

Agora, para preservar o meio ambiente e fazer o descarte da maneira certa, já separe uma folha de jornal, um pouco de removedor de esmalte e siga as instruções abaixo:

1- Jogue o conteúdo do vidro de esmalte em uma folha de jornal - mas nunca em pia, para não contaminar o solo nem a água!

2- Coloque um pouco de removedor dentro do vidrinho de esmalte e agite bem para que o líquido se desprenda dos cantos onde estiver mais agarradinho;

3- Despeje essa solução que estava dentro do vidrinho em cima do mesmo jornal do passo 1;

4- Descarte o jornal em lixo comum e o vidrinho em uma sacola destinada para a reciclagem de vidros.

Redação: Raquel Carletto