Juliana Rakoza, maquiadora de Maybelline NY, cria projeto solidário de maquiagem para pessoas carentes

Juliana Rakoza, maquiadora de Maybelline NY, com as alunas do projeto Makeup Lab Solidário (Foto: Instagram @jusenna.makeup)
No projeto de Juliana Rakoza, ela ensina pessoas carentes o ofício da maquiagem (Foto: Juliana Rakoza)
O projeto de Ju Rakoza vai formar maquiadoras para atuar no mercado de trabalho (Foto: Juliana Rakoza)
Juliana Rakoza, maquiadora de Maybelline NY, com as alunas do projeto Makeup Lab Solidário (Foto: Instagram @jusenna.makeup)

Ser maquiadora profissional, dar aulas para apaixonadas por make, participar do backstage de desfiles de moda e ainda mostrar o poder da maquiagem a pessoas carentes faz parte da rotina comum de Juliana Rakoza, maquiadora oficial de Maybelline NY no Brasil. Pra ela, a maquiagem é mais do que o já conhecido papel de levantar a autoestima das mulheres: é motivo de inclusão social. Prova disso é que Ju acabou de criar o projeto "MakeUp Lab Solidário", que vai ensinar maquiagem a pessoas que não têm condições de fazer um curso. O interessante é que Ju e suas maquiadoras vão mesmo até essas pessoas: a primeira parada será em um hospital de crianças com câncer.

Objetivo de Ju Rakoza é formar novas maquiadoras para o mercado de trabalho

Ju não poderia estar mais orgulhosa - e emocionada - com o projeto. "O projeto ja existia na minha cabeça. Eu queria fazer algo que ajudasse as pessoas carentes a ter uma profissão, que no caso, é a de maquiadora. É um projeto de inclusão social mesmo. Mesmo com toda essa crise, o mercado de beleza é um dos mercados que mais cresce no Brasil, então, por que não fazer essa inclusão social?", contou Juliana.

Ao invés de separar apenas um lugar para o projeto, é Juliana quem vai até as pessoas. A primeira parada será um hospital de crianças com câncer, o Instituto ITACI. A ideia é capacitar as mães e, claro, os pacientes. E não vai ter só aula de automaquiagem, não. "O curso tem todos os tópicos, tem maquiagem pra fotografia, oficina de retrato, dica de moda, estilo, historia da maquiagem... Então não só fazer a maquiagem. É conhecer toda a cultura, todo o conhecimento que tem que ter para ser uma maquiadora do mercado", explicou.

Projeto começou em São Paulo mas vai rodar o Brasil

Para conseguir dar conta de tudo, Ju conta com a ajuda das alunas de seu curso online que mais se destacam, e elas se revezam nas aulas do workshop. No Itaci, em São Paulo, as vagas já fecharam, mas outros eventos estão por vir. "Rolou um curso no Rio Grande do Sul com as minhas alunas do curso online, elas foram fazer visita a um asilo. Cortaram o cabelo, fizeram, maquiagem. Começou em São Paulo mas já está indo para o Brasil todo", contou Ju, toda orgulhosa do projeto.

A próxima visita a um asilo será no dia 30 de julho, em São Paulo, e depois disso, Ju ainda pretende realizar oturo sonho, que é visitar um orfanato. "Um que a gente ainda não fez que é visitar orfanatos para fazer maquiagem artística nas crianças", contou.

Ensinar maquiagem a pessoas carentes vem mudando a vida da maquiadora

O Makeup Lab Solidário não é o primeiro projeto social da maquiadora. Em sua escola online, ela também dá aula de automaquiagem para deficientes visuais. "Está mudando a minha vida, cada vez que fico sabendo de uma história eu me controlo para não chorar. O legal é que a gente está trazendo felicidade, a gente está botando cor em um cenário todo cinza. Não importa se for a um deficiente visual ou se for levar alegria a um asilo ou orfanato, ou se é para a gente dar uma profissão. O importante é a gente poder transformar a vida das pessoas".