Pele perfeita: saiba o movimento certo para aplicar base, pó e corretivo

Aprenda a direção certa de aplicação para cada cosmético no rosto e conquiste uma pele impecável
Aprenda a direção certa de aplicação para cada cosmético no rosto e conquiste uma pele impecável

Usar produtos excelentes e mesmo assim não conseguir uma pele impecável é mais comum do que parece. O problema pode estar na aplicação, já que mesmo os melhores itens de maquiagem do mundo precisam ser usados da forma correta para fazer efeito. O maquiador José Sarkis topou desvendar passo a passo os mistérios de cosméticos como corretivo, base e pó para todo mundo acertar na hora da make: anote as dicas!

Corretivos devem ir de dentro para fora com pincel e de baixo para cima com os dedos

Para o profissional, a forma certa de aplicar o corretivo depende do tipo de produto e do nível de pigmentação da olheira. O pincel arrastado de dentro para fora só deve ser usado com corretivos líquidos e ainda assim apenas para iluminar a área. Quem tem olheiras mais fortes deve usar o pincel com movimentos que depositem o produto na região, ou seja, que pressionem a área levemente - nessa hora não importa muito a direção que ele vai ser passado.

Mulheres que usam corretivos em bastão ou creme podem recorrer aos dedos para uma melhor aplicação: "é minha forma preferida de passar o produto", revela o maquiador. Deposite o cosmético da parte mais baixa da olheira para cima - assim não vai haver acúmulo perto dos olhos. Com a ponta dos dedos dê leves batidinhas para que o pigmento fixe bem na região e cubra totalmente a parte escura. Segundo Sarkis, essa finalização vale até mesmo para dar um melhor acabamento à versão líquida depois de ter espalhado com o pincel.

Base e BB cream seguem de dentro para fora ou em movimentos circulares

Com esse tipo de produto o cuidado é não deixar que ele acumule em algumas áreas e acabe manchando a pele. Para o problema não acontecer, o expert ensina que o cosmético deve ser aplicado sempre de dentro para fora do rosto: "essa é uma forma de evitar erros. Se o produto for muito para o rosto e você começar de fora para dentro, quando chegar a área do nariz não vai haver como retirar o excesso", explica.

Segundo Sarkis, o jogo só vira quando entra em cena o pincel duo fiber: "como ele espalha bem a base, a aplicação pode ser feita com movimentos circulares e ai sim não importa por onde começar", revela o profissional.

Pó não exige uma trajetória correta de aplicação

Para entender a melhor forma de aplicar o pó, o maquiador orienta que é preciso entender a função do produto: "ele serve como um finalizador e não para cobertura", comenta. Dito isso o profissional revela que nessa parte da make não há direção certa de aplicação, apenas algumas adequações a cada tipo de produto: "quando o pó é mineral ele pode ser aplicado a partir de qualquer parte do rosto, mas sempre em movimentos circulares com um pincel bem gordo para não acumular", conta.

Já no caso dos pós comuns, a única ressalva está na área dos olhos: "por causa do corretivo que vem antes, há uma chance de acumular produto nessa área e destacar mais linhas de expressão e bolsas", revela. Para evitar o problema, o expert ensina a aplicar primeiro no rosto todo e com o que sobrar no pincel fazer um leve movimento de dentro para fora nessa região.