Qual o melhor pincel para maquiagem: de cerdas sintéticas ou naturais? Vanessa Rozan explica

Observar se o pincel é firme ou mais molinho e ficar atenta ao formato pode ser mais importante do que o tipo de cerda
Observar se o pincel é firme ou mais molinho e ficar atenta ao formato pode ser mais importante do que o tipo de cerda

Os pincéis são ferramentas essenciais para quem quer uma maquiagem com acabamento impecável, mas na hora de comprar os seus é bom saber que existem algumas características que os diferenciam. Enquanto alguns são feitos de cerdas naturais extraídas de vários tipo de animais, outros são montados à base de fibras sintéticas. Além do material que os difere, até o formato desses utensílios pode influenciar no resultado final da make. A top maquiadora Vanessa Rozan ensina a detectar algumas diferenças entre eles.

Pense no acabamento desejado na hora de escolher os pincéis

Existe uma lenda de que os pincéis feitos de pelo animal são muito mais macios do que os de fibra sintética, mas para Vanessa Rozan essa questão pode não fazer muita diferença: "existem cerdas sintéticas tão moles quanto as naturais e outras naturais que são tão durinhas quanto as sintéticas", afirma.

A maquiadora ensina que mais do que prestar atenção no tipo do pincel, vale atentar para a suavidade ou firmeza das ferramentas e então combiná-las com o efeito desejado: "os pincéis moles, em geral, espalham mais e os duros aplicam e depositam o produto", explica. O resultado é que esse primeiro tipo consegue um acabamento muito mais natural do que o segundo, que é ideal para quem precisa ou gosta de uma make com mais cobertura.

Tenha os dois pincéis em mãos para diversificar a maquiagem

Como a graça da maquiagem é poder ser uma mulher diferente a cada dia, vale a pena ter essas duas categorias de pincéis na nécessaire. Se o tipo mais durinho pode ajudar a criar aquele esfumado gráfico que está na moda, o que tem cerdas mais macias é fundamental para o olhar suave do dia a dia: "é importante ter os dois tipos para contar com diferentes recursos", destaca Vanessa. Apesar disso, ninguém precisa se desesperar para adquirir várias ferramentas ao mesmo tempo: "é possível fazer uma maquiagem só com cerdas sintéticas ou só naturais. Vai do bolso e do gosto de cada um", revela a maquiadora.

Formato do pincel também pode influenciar no acabamento da make

Uma outra pista boa para saber qual será o acabamento trazido por determinado pincel é observar o formato: "se ele foi mais chato (firmes) ou mais fofo (macios), o resultado será diferente", garante Vanessa, que usa esses dois tipos de pincel para produzir suas maquiagens.