5 dicas para parar de roer unhas: dicas que homens também podem usar para abandonar o mau hábito

Dicas infalíveis que até os homens podem seguir para abandonar o vício de roer as unhas
Dicas infalíveis que até os homens podem seguir para abandonar o vício de roer as unhas

Unhas roídas e cutículas constantemente machucadas são a realidade de muitos homens por aí. Longe de ser uma preocupação fútil, esse péssimo hábito representa riscos até mesmo para a saúde: como as mãos são levadas à boca o tempo todo, podem acabar transmitindo bactérias para o organismo. Decidir parar já é um ótimo passo, mas poucas pessoas conseguem driblar um vício só pela força de vontade. É fundamental seguir algumas estratégias e aqui você encontra várias para ganhar força em todo o processo, confira!

Mantenha as mãos e a boca ocupadas

O hábito de roer as unhas costuma vir a tona em momentos que a mente está distraída, mas as mãos e a boca estão livres. Troque essa ordem ocupando as mãos com uma bolinha ou elástico e faça o mesmo com a boca mascando balas e chicletes. Dessa forma a mente pode até estar a mil por hora, mas o escape não vai estar em roer unhas.

Vá a manicure para fazer as unhas toda semana

Deixe os preconceitos de lado pelo bem das suas mãos e da sua própria saúde. É muito mais difícil sucumbir à tentação de roer as unhas se elas estiverem feitas e cobertas com um esmalte incolor. A manicure ainda vai arrancar as cutículas com o alicate não dando margem para morder os cantinhos dos dedos depois.

Use um inibidor feito em casa

Sabe aquele esmalte incolor ou a base fortificante que a manicure vai passar no salão? Você pode levar a sua própria mistura de casa com uma ajudinha a mais para não roer as unhas. Basta misturar pimenta no vidrinho que toda vez que você tentar levar os dedos à boca vai ser lembrado que está tentando parar.

Apare as unhas durante a semana

O ideal para quem tem o hábito de roer é manter as unhas sempre curtas. Não precisa ser tão pequena quanto era antes, mas também não pode ser grande o suficiente para dar vontade de roer. Caso perceba que a unha está crescendo e ainda não chegou o dia de passar na manicure, apare em casa com um cortador.

Trate a ansiedade para o hábito nunca mais voltar

Estar ansioso é quase um requisito para roer unhas e, se essa área não for tratada, é bem provável que o hábito volte. identifique quais áreas da sua vida estão dando mais preocupação e tente lidar melhor com os problemas: sua saúde como um todo agradece!