A delicada maquiagem de Kirsten Dunst no filme Maria Antonieta

Kirsten Dunst reviveu no cinema a polêmica rainha Maria Antonieta e usava uma delicada maquiagem em tons de rosa para interpretar o papel
Kirsten Dunst reviveu no cinema a polêmica rainha Maria Antonieta e usava uma delicada maquiagem em tons de rosa para interpretar o papel
O blush bem marcado era a principal característica da maquiagem de Kirsten Dunst em Maria Antonieta
O blush bem marcado era a principal característica da maquiagem de Kirsten Dunst em Maria Antonieta
O rosa das bochechas formava um contraste com a pele clara da atriz e, às vezes, o blush era espalhado também na região do nariz
O rosa das bochechas formava um contraste com a pele clara da atriz e, às vezes, o blush era espalhado também na região do nariz
Em algumas cenas Kirsten Dunst aparecia com um batom levemente alaranjado
Em algumas cenas Kirsten Dunst aparecia com um batom levemente alaranjado
O vermelho também fazia parte da gama de cores que Kirsten Dunst usou nos lábios durante o filme
O vermelho também fazia parte da gama de cores que Kirsten Dunst usou nos lábios durante o filme
Em várias cenas Kirsten Dunst aparecia com lábios e bochechas rosas em um visual monocromático que ainda é atual
Em várias cenas Kirsten Dunst aparecia com lábios e bochechas rosas em um visual monocromático que ainda é atual
Nos olhos Kirsten Dunst usava um leve sombreamento marrom e dispensava até a máscara para cílios
Nos olhos Kirsten Dunst usava um leve sombreamento marrom e dispensava até a máscara para cílios
Junto com a pele de aspecto sequinho, o blush rosa imitava o visual corado dos dias de inverno
Junto com a pele de aspecto sequinho, o blush rosa imitava o visual corado dos dias de inverno
A beleza da personagem era delicada e superfeminina - perfeita para as mulheres mais românticas
A beleza da personagem era delicada e superfeminina - perfeita para as mulheres mais românticas
A maquiagem de Kirsten Dunst foi baseada em retratos reais da rainha Maria Antonieta como esse pintado por  Élisabeth Vigée-Lebrun, em 1783
A maquiagem de Kirsten Dunst foi baseada em retratos reais da rainha Maria Antonieta como esse pintado por Élisabeth Vigée-Lebrun, em 1783

Maria Antonieta foi uma figura polêmica que despertou a antipatia do povo e da corte por causa de seus excessos. Apesar de odiada por muitos, a última rainha da França também virou um importante personagem da cultura popular e há poucos anos caiu nas graças dos mais jovens através de um filme estrelado por Kirsten Dunst. Imitando a beleza original da monarca que foi retratada em quadros da época, a atriz usou uma maquiagem superfeminina com bochechas e lábios bem marcados. Confira os detalhes da make e confira como o estilo pode ser usado até hoje.

Blush marcado era a principal característica da maquiagem de Maria Antonieta

A característica mais importante da make de Kirsten Dunst durante o filme era o blush bem marcado que espantava a palidez da pele muito clarinha e trazia um ar de saúde ao rosto. O rosa era a cor dominante para essa parte do rosto e trazia um toque superfeminino para a maquiagem. O efeito era de bochechas que ficaram fortemente coradas com um frio de inverno, impressão que era potencializada pelo aspecto matte da pele.

Batom rosa combinando com o blush formava um visual monocromático

Assim como o blush, o batom de Maria Antonieta também tinha a intenção de reforçar um aspecto saudável. Os tons variavam entre vermelhos, alaranjados e rosas, mas essa última cor era a que mais aparecia fazendo com que bochechas e lábios formassem quase sempre uma dobradinha monocromática. O resultado era uma beleza delicada e romântica que ainda pode ser usada hoje em dia.

Pálpebras levemente escurecidas com sombra marrom completavam o visual

Para manter as atenções apenas nos pontos-chave do rosto, que eram bochechas e lábios, os olhos ficavam em segundo plano. Durante o filme as pálpebras de Kirsten Dunst receberam apenas um pouco de sombra marrom para criar um leve sombreamento e até a máscara para cílios foi dispensada. A suavidade dos olhos permitia uma maior ousadia de cor das outras áreas do rosto e fazia toda a make dar certo.