Como escolher a base de maquiagem de acordo com o tipo de pele e efeito desejado: veja o guia completo e descubra a sua!

Para um efeito matte, quem tem a pele oleosa ou mista pode escolher pode escolher as bases de média e alta cobertura, enquanto quem tem a pele seca pode apostar na base de média cobertura com creme hidratante (Foto: Instagram @theerealkarlaj)
Para garantir uma maquiagem iluminada, a dica para quem tem a pele oleosa é usar uma base de alta cobertura, enquanto a mista pode apostar na média e a pele seca pode usar um BB Cream, e todas podem caprichar no iluminador (Foto: Instagram @roxettearisa)
Para uma maquiagem natural, as donas de pele oleosa podem apostar no BB Cream com pó compacto, enquanto a mista pode usar o BB Cream sozinho e a pele seca também pode lançar mão do BB Cream com função hidratante (Foto: Instagram @maybelline / @emilydidonato)
Para um efeito matte, quem tem a pele oleosa ou mista pode escolher pode escolher as bases de média e alta cobertura, enquanto quem tem a pele seca pode apostar na base de média cobertura com creme hidratante (Foto: Instagram @theerealkarlaj)

Encontrar aquela base de maquiagem que cai como uma luva é uma combinação de vários fatores. É claro que o primeiro deles tem que ser a cor - e você pode aprender dicas de como escolher o tom exato aqui - mas a base ideal também é aquela que tem uma fórmula favorável para cada tipo de pele: mista, oleosa ou seca. Junto a isso, vem o acabamento desejado, que pode ser natural - aquele com a pele perfeita sem parecer que está maquiada - o matte, que deixa a make bem sequinha, e o acabamento iluminado, tendência do momento que garante aquele "glow" natural e reluzente. Procure o seu tipo de pele abaixo, confira as dicas e saiba como encontrar a base ideal.

Pele oleosa:

Grande parte das brasileiras tem a pele oleosa. É aquela que tem uma textura mais "pegajosa" ao toque, com os poros mais abertos e com brilho excessivo, e muitas vezes com tendência à acnes e cravos.

Efeito natural: Para dar um efeito natural à pele oleosa, a dica é apostar no BB Cream "oil-free". Ele consegue cobrir as marquinhas do rosto, uniformizar o tom da pele e tem um acabamento matte mais sutil do que uma base, mas também deixa a pele mais sequinha. A dica quando quiser esse efeito é finalizar com um pó compacto translúcido para segurar um pouco o brilho que pode aparecer após algumas horas.

Efeito matte: O efeito matte deixa a pele bem sequinha e livre de oleosidade por mais tempo. A dica é apostar em bases líquidas de cobertura média à alta, que prometam controlar a oleosidade por mais tempo, e que consigam cobrir os poros abertos e também as marquinhas de acne, além de uniformizar o tom de pele. Aplique com um pincel duo-fibra ou com uma esponjinha. Se quiser construir camadas, aplique pouco a pouco, para deixar a cobertura fina.

Efeito iluminado: A pele oleosa também pode ter aquele "glow" iluminado que está em alta, principalmente em produções de festa. A dica é apostar em uma base de média ou alta cobertura, que tenha acabamento matte, e caprichar no iluminador em pó ou em bastão com a técnica do "strobing", ou seja, aplicando em pontos altos do rosto. A gente ensinou como fazer aqui.

Pele mista:

A pele mista é aquela que costuma ser oleosa apenas na testa, no nariz e no queixo, ou seja, na Zona "T', enquanto as outras partes do rosto são consideradas normais - ou até mesmo ressecada em dias mais frios. Também pode ter tendência à acne e cravos.

Efeito natural: Quem tem a pele mista e quer um efeito natural pode apostar no BB Cream. O produto tem efeito matte e sequinho, que vai segurar a oleosidade da Zona "T" e também deixar as outras partes do rosto macias por também ter poder hidratante. A dica é aplicar o BB Cream com próprios dedos ou com uma esponja, dando leves batidinhas.

Efeito matte: Uma base líquida de cobertura média e que prometa acabamento aveludado e bem sequinha é a ideal para a pele mista. A dica é aplicar um creme hidratante antes, para não comprometer a aparência das áreas que não são oleosas.

Efeito iluminado: Para dar um acabamento iluminado à pele mista, vale misturar uma base líquida de efeito matte com um iluminador cremoso, e aplicar com uma esponja de make para deslizar melhor na pele. Outra forma de iluminar é aplicar a base líquida normalmente, com um pincel duo-fibra ou com a própria esponja, e finalizar com o iluminador nas têmporas, no arco do cupido, no ossinho do nariz e abaixo das sobrancelhas.

Pele seca:

A pele seca tem uma aparência sem brilho, e pode ser um pouco áspera ao toque. Também pode ter áreas que "descamam" facilmente, e por isso, a escolha da base certa é importante para não deixar um efeito "craquelado".

Efeito natural: O segredo para a preparação da pele seca é a hidratação. Para um efeito natural, o BB Cream com poder hidratante tem uma textura aveludada, é mais leve e ajuda a hidratar.

Efeito matte: Na hora de uma produção mais elaborada, o efeito matte é quase sempre o escolhido porque deixa a pele impecável, sem nenhuma marquinha. A dica é escolher bases de cobertura média mas que seja líquidas e bem fluidas. Vale aplicar um creme hidratante próprio para pele seca antes de aplicar a base, e aguardar alguns minutos para a pele absorver e ajudar a base a deslizar melhor. Aqui, a dica é não aplicar pó compacto para evitar que linhas de expressão fiquem marcadas.

Efeito iluminado: Para dar um efeito iluminado à pele seca, a dica é usar o BB Cream e caprichar no iluminador e no pó bronzeador. A ideia da pele iluminada é dar um glow natural, por isso, uma base de cobertura alta ou média pode entregar uma aparência pesada. Depois de aplicar o BB Cream, aplique o iluminador em áreas mais altas do rosto, como nariz, têmporas, abaixo das sobrancelhas, queixo, arco do cupido e canto interno dos olhos.