Como escolher o corretivo certo para você: 5 erros para não cometer mais

Confira os erros mais comuns na hora de escolher o corretivo mais adequado para o você! (Foto: Instagram @brittsully)
Escolher o corretivo de acordo com o seu tipo de pele também é importante para um bom acabamento (Foto: Instagram @talaylayyy)
       
 https://scontent-gru2-1.cdninstagram.com/t51.2885-15/e35/18252757_1335971006519044_2536071479825530880_n.jpg
Experimentar o produto diretamente na pele e saber a cobertura específica são dicas para evitar erros na hora de comprar o corretivo (Foto: Instagram @sazanhendrix)
Um erro muito comum ao escolher o corretivo é não saber qual o tom de fundo da sua pele (Foto: Instagram @elizabethrsawatzky)
Confira os erros mais comuns na hora de escolher o corretivo mais adequado para o você! (Foto: Instagram @brittsully)

Indispensável na hora de esconder olheiras, espinhas e outras imperfeições, o corretivo é um aliado e tanto para quem faz questão de exibir uma pele impecável no dia a dia. Mas além de seguir alguns truques para uma aplicação livre de erros, como usar a técnica do triângulo invertido e apostar na esponja ou pincel mais adequado, é importante saber escolher a melhor fórmula para o seu tipo e tom de pele. Confira 5 erros supercomuns na hora de comprar o corretivo!

1. Escolher uma textura muito hidratante ou seca

Na hora de escolher um corretivo, é muito comum não prestar atenção à fórmula e acabar escolhendo uma que não é adequada para o seu tipo de pele! Se o seu rosto é oleoso ou misto, como a maioria das brasileiras, o ideal é escolher uma fórmula bem sequinha, que tenha longa duração, como o da linha Fit Me!. Já se a sua pele é seca e sensível, um corretivo mais hidratante pode ser o mais indicado.

2. Não prestar atenção ao nível de cobertura da fórmula

Ao escolher o corretivo, é importante saber o que você espera dele! Não adianta comprar qualquer um para depois descobrir que não cobre totalmente as suas manchas ou que deixa um aspecto pesado na sua pele. É importante saber o nível de cobertura desejada, mas se você estiver em dúvida, aposte na média ou natural, e depois, se necessário, vá construindo mais camadas para cobrir todas as imperfeições.

3. Apostar num tom mais claro que a sua pele

Outro erro bem frequente é escolher uma cor de corretivo mais clara que a sua pele para que ilumine mais a região das olheiras. Isso pode deixar o rosto com um efeito fantasma, que também aparece bastante nas fotos! Se a intenção for usar o corretivo para fazer contorno, tudo bem, mas se o objetivo é apenas cobrir olheiras e imperfeições, o ideal é escolher um tom bem parecido ao da sua base.

4. Não saber o fundo da sua pele

Para fazer escolhas de make acertadas, é fundamental conhecer o subtom da sua pele! Isso pode fazer toda a diferença, especialmente ao escolher produtos como base ou corretivo. Existem dois tipos de fundo de cor de pele: o rosado e o amarelado. O primeiro é característico de quem cora com facilidade, fica vermelha ao sol e tem veias azuladas; já o segundo é atribuído às meninas que ficam bronzeadas e mostram veias esverdeadas.

5. Experimentar o produto no dorso da mão

Este erro é clássico! Quem nunca foi na loja de cosméticos escolher um corretivo e experimentou nas costas da mão, para descobrir em casa que não é nem um pouco parecido com a pele do rosto? Isso acontece porque a pele das mãos tende a ter uma tonalidade bem diferente da face, geralmente mais escura. O ideal é provar diretamente no rosto, mas se você estiver usando maquiagem, o truque é remover uma pequena área na região do maxilar e experimentar aí mesmo.