Como são escolhidos os nomes dos esmaltes? Descubra como funciona o processo criativo dos vidrinhos mais amados!

Já parou para pensar em como os nomes dos esmaltes são escolhidos? Confira a matéria para descobrir! (Foto: Shutterstock)
 De acordo com Suzana Rodrigues, gerente de Marketing de Desenvolvimento, as manicures e as consumidoras no geral são as principais inspirações (Foto: Shutterstock)
 Antes da equipe de marketing decidir o nome de um esmalte, fazem várias reuniões avaliando tendências e cores do momento (Foto: Shutterstock)
Já parou para pensar em como os nomes dos esmaltes são escolhidos? Confira a matéria para descobrir! (Foto: Shutterstock)

Ostentação, Pétala Branca, Treino Puxado... O que não falta é criatividade na hora de criar o nome dos nossos queridinhos esmaltes. Mas você já parou para pensar de onde vem toda essa inspiração e como a melhor opção é, finalmente, escolhida? A gente sabe que sim! Por isso, para tirar a curiosidade de todas as esmaltemaníacas, o Tudo Sobre Make conversou um pouquinho com Suzana Rodrigues - Gerente de Marketing de Desenvolvimento do grupo L'Oréal Brasil - para ela contar tudo sobre esse processo criativo. Confira!

Equipe de marketing pensa em todos os detalhes do esmalte

Como todo mundo já imagina, os nomes dos esmaltes não são escolhidos aleatoriamente. Mas você sabe quem está por trás disso? De acordo com Suzana Rodrigues, existe uma equipe especializada em Marketing de Desenvolvimento para pensar em cada detalhe do nosso produto queridinho - desde as tendências que inspiram as cores do momento à escolha do nome e distribuição nas lojas de cosméticos e farmácias.

Na hora de decidir o nome de cada um, ela diz que essa equipe costuma pensar sempre de acordo com a coleção da vez: "o tema da coleção vem de tendências de comportamento e de cores. Quando criamos este universo, temos reuniões para pensar em nomes que tenham a ver com o tema e, também, com cada cor escolhida", revela.

E engana-se quem pensa que o processo é fácil, viu? Suzana conta que eles pensam em vários nomes antes de, finalmente, chegarem ao definitivo: "para cada coleção de seis vidrinhos, em média pensamos em uns 50 nomes até chegar aos ideais".

Esmaltemaníacas sempre são levadas em conta no processo

Já reparou que a maioria dos nomes de esmaltes sempre têm a ver com algo do nosso dia a dia? Segundo Suzana, isso não é por acaso: além de todas essas reuniões com análises de tendências e estratégias de marketing, uma das maiores inspirações dessa equipe criativa é o universo das consumidoras - tanto aquelas que compram esmaltes para fazer as próprias unhas em casa quanto as manicures.

"Fazemos um trabalho grande para entender os assuntos do momento que tenham a ver com a marca. Sabemos que quanto mais próximos os nomes são do universo da consumidora, mais eles podem 'dar o que falar', o que é sempre positivo para nós", afirma.

Nome do esmalte também tem tudo a ver com a cor

Agora que você já entendeu tudo o que é feito até decidirem o nome, fica a dúvida: como eles relacionam os nomes mais aleatórios - como os criativos "Preguiçando" e "Eletrizando", por exemplo - com alguma cor específica?

Suzana Rodrigues explica que o segredo é considerar o que o tom do esmalte transmite: "o nome é sempre relacionado à cor do esmalte. Dentro do tema da coleção, temos sempre um conjunto de nomes e fazemos a junção da cor com o 'mood' do nome", conta a gerente de marketing.