Cortar ou lixar as unhas? Saiba como escolher a ferramenta mais indicada

Especialista ensina quando apostar no cortador, tesourinha ou lixa para diminuir as unhas
Especialista ensina quando apostar no cortador, tesourinha ou lixa para diminuir as unhas

Se enquanto ainda é criança os pais ensinam a cortar as unhas periodicamente, depois de crescidas as mulheres abandonam o cortador e a tesourinha para apostar de vez apenas nas lixas para manter as pontinhas dos dedos do tamanho e formato desejado. Mas lixar as unhas ao invés de cortá-las pode influenciar na sua aparência ou fazer com que cresçam mais rápido e fortes? Confira a utilidade de casa utensílio e saiba quando usar cada um.

Cortar as unhas não influencia no crescimento ou saúde das unhas

Muitas mulheres aposentam as tesourinhas ou cortadores de unhas por acharem que o utensílio pode influenciar na força e no crescimento das pontinhas dos dedos. As ações, no entanto, não têm relação alguma com o nascimento das unhas, já que o corte será feito apenas nas pontas, não interferindo na matriz - responsável pela formação e crescimento. "Não existe essa relação. A velocidade de crescimento das unhas está relacionada a diversos fatores. Existe uma média de crescimento de 3mm por mês, sendo que a mão dominante apresenta crescimento mais rápido", explicou a dermatologista Danielle Aguiar, da Clínica Paula Bellotti, com título de Especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

Desta forma, está liberado apostar sem medo tanto no cortador ou tesourinha como na lixa para conquistar o formato desejado. Por ser um processo mais rápido, a dica é investir no corte quando as unhas estão longas e deseja diminui-las consideravelmente, enquanto a lixa é o utensílio ideal para criar formatos específicos nas unhas, já que permite mais precisão na hora de manusear a ferramenta. "Para dar 'acabamento', é preciso lixá-las de forma delicada e somente nas pontas, pois o ato de lixar afina ainda mais as unhas, com piora da fragilidade", explicou a especialista.

Unhas não devem ser cortadas muito pequenas para evitar danos

O tamanho correto para as unhas também merece uma atenção extra na hora de cortar ou lixar. Aquelas que adoram as pontinhas dos dedos superlongas não precisam se preocupar e podem lançar mão de unhas exuberantes. Já as mulheres que preferem as unhas mais curtinhas devem ter um cuidado a mais para que não sejam cortadas próximo ao sabugo.

É importante manter uma borda fina da unha livre, para evitar danos ao leito, o que pode influenciar diretamente no crescimento saudável das pontinhas dos dedos, ou a entrada de fungos ou bactérias nos dedos. Manter uma bordinha a mais nas unhas e em formato quadradinho ajuda ainda a protegê-las de possíveis encravamentos. A especialista Danielle Aguiar ainda alerta para a importância de não dividir o cortador ou a tesourinha de unha, evitando o o contagio de doenças."O cortador mais indicado é o seu! O que você leva para a manicure e não divide com mais ninguém", afirmou.