É preciso deixar as unhas respirarem entre uma esmaltação e outra?

O uso excessivo de esmaltes, sem nenhuma pausa entre as esmaltações, não permite que as unhas descansem das toxicidades presentes nos vidrinhos
O uso excessivo de esmaltes, sem nenhuma pausa entre as esmaltações, não permite que as unhas descansem das toxicidades presentes nos vidrinhos

Quem nunca escutou dizer que a unha precisa "respirar" entre uma esmaltação e outra? Essa e muitas outras dúvidas perseguem as mulheres e dificultam no momento de decidir como fazer a manicure ideal. As unhas são essencialmente constituídas de queratina e são um tecido morto, com a função de proteger os dedos das mãos e dos pés; por isso não respiram. O que muitos profissionais afirmam, no entanto, é que o uso excessivo de esmaltes não permite que as unhas descansem das toxicidades presentes nos vidrinhos e, assim, não consiguem se recuperar para crescer sempre fortes e hidratadas.

Manicure afirma que tempo ideal entre a esmaltação é de um dia

Para a manicure Renata Cesário, o ideal é deixá-las sem esmalte por, pelo menos, um dia, para evitar que elas fiquem fracas e com aspecto ressecado. "Retirar e colocar o esmalte um atrás do outro pode ocasionar fungos", afirma. Uma dica é retirar toda a cor em casa um dia antes de visitar a manicure. Assim, a unha descansa e se recupera de uma possível agressão do esmalte.

Para a dermatologista Jomara Estefaneli, essa pausa é importante "para as unhas ficarem hidratadas e para não causar aquelas manchinhas brancas, que chamam de 'mancha de quem conta mentira'".

Hidratação garante unhas bonitas e saudáveis

Dando uma pausa ou não entre as esmaltações, vale apostar em produtos que vão garantir que suas unhas estejam sempre bonitas, hidratadas e, principalmente, saudáveis. "Você pode usar cremes específicos para cutículas e unhas. Existem óleos também. Algumas dermatologistas indicam ainda cápsulas de colágeno", revelou a manicure Renata Cesário, da Ophicina do Cabelo.

Alguns truques caseiros também podem ajudar a manter as mãos em dia. "Tirar bem o esmalte com removedor ou acetona, não deixando nenhum resquício do mesmo, passar um bom hidratante no dia anterior a fazê-las novamente, ter uma boa alimentação e usar luvas para executar os afazeres domésticos", ensina a dermatologista Jomara Estefaneli.

O cuidado principal, no entanto, deve vir de dentro para fora. "Há varias deficiências vitamínicas e alterações hormonais que podem interferir na saúde das unhas", afirma a especialista do Instituto da Pelle. Por isso, uma alimentação saudável é ponto fundamental para conquistar unhas sempre bonitas.