Esmalte "amassado"? Veja como evitar e corrigir o problema

 O "amassado" que volta e meia aparece no esmalte é resultado de uma secagem incompleta, mas há maneiras de evitar e solucionar o problema

O "amassado" que volta e meia aparece no esmalte é resultado de uma secagem incompleta, mas há maneiras de evitar e solucionar o problema

Para muitas mulheres é difícil encontrar tempo para ir ao salão fazer as unhas, por isso, é comum que muitas acabem pintando a pontinha dos dedos antes de dormir ou façam alguma atividade antes que o esmalte tenha secado completamente. Quem já passou por essa situação, de pintar as unhas e logo depois cair no sono, provavelmente já enfrentou o problema de acordar com o esmalte "amassado" ou com algumas marcas. A manicure Claudia Silva Medeiros deu algumas dicas de como resolver o problema e prevenir o seu acontecimento.

Validade do esmalte pode fazer com que ele seque mais devagar

Os esmaltes têm prazo de validade, mas ainda que não estejam vencidos, quanto mais antigos forem, mais tempo vão demorar para secar, segundo Claudeia, aumentando as chances dele acordar "amassado" nas unhas. "Quanto mais velho é o esmalte, mais grosso e cremoso ele fica, o que faz com que seque mais devagar. Os mais novos são mais ralos e as camadas ficam mais finas, por isso secam mais rápido", afirma a manicure. Além disso, a quantidade de camadas passadas sobre a unha também afeta a secagem: quanto mais camadas, mais tempo o esmalte irá demorar para secar.

A tonalidade do esmalte não afeta a secagem

Há quem diga que esmaltes em tonalidades escuras demoram mais tempo para secar do que os mais claros. Mas segundo a manicure, isso não influencia em nada: "A qualidade dos esmaltes hoje em dia é bem melhor, tanto os mais claros quanto os mais escuros secam rápido. A cor não afeta a secagem, não tem uma diferença de tempo tão grande." A única vantagem que os esmaltes mais claros podem ter para quem está sempre atarefada, é que eles não ficam tão visíveis quando começam a descascar, o que retardaria a ida ao salão e consequentemente evitaria o "amassado".

Passar extra brilho pode ser a solução para consertar o amassado

Dois itens essenciais para acelerar a secagem do esmalte são o extra brilho e o óleo secante. Usar um dos dois já é o suficiente para evitar os amassadinhos que tanto incomodam. Mas se mesmo assim a unha não acordar intacta, a manicure aconselha que seja passada uma camada adicional de extra brilho sobre o esmalte amassado. Claudia afirma que o visual fica perfeito, como se estivesse sido pintado na hora e ainda poupa tempo, já que evita a necessidade de ter que tirar o esmalte e pintar novamente. Essa nova camada de extra brilho também funciona para disfarçar as bolinhas que eventualmente aparecem no esmalte e para repaginar unhas que foram pintadas há algum tempo.