Esperando o esmalte secar: quanto tempo leva para o produto realmente se fixar?

Respeitar o tempo de secagem é fundamental para que o esmalte fique bonito e dure mais
Respeitar o tempo de secagem é fundamental para que o esmalte fique bonito e dure mais

Passar esmalte nas unhas pode ser uma tarefa bem fácil, mas existem alguns segredos que levam o resultado final à perfeição. Entre os truques essenciais que poucas mulheres colocam em prática está respeitar o tempo exato de secagem do produto - detalhe que ajuda a conseguir uma melhor aplicação e prolonga a duração por mais dias. Vale ficar atenta a essa questão ainda durante a aplicação, mas os cuidados seguem ao longo do dia. Confira todos os detalhes sobre o assunto e aprenda a fazer uma esmaltação mais eficaz.

Fique atenta à aparência do esmalte para saber quando ele está seco

Todo esmalte possui alguns solventes químicos que são responsáveis por manter aquela consistência líquida dentro do vidrinho. Quando o produto é passado nas unhas, essas substâncias evaporam gradativamente até secar e, só depois que elas são eliminadas, é que deve-se passar para a próxima camada: isso vale para a base, a cor e o top coat. "Os solventes precisam de pelo menos dois minutos para evaporar e se você prestar atenção vai ver mudar de uma aparência pesada e molhada para um acabamento sequinho e brilhoso: isso significa que os solventes foram embora", contou a especialista Deborah Lippmann em entrevista à revista Harper's Bazaar. Caso esse tempo da secagem de cada camada não seja respeitado, existe uma grande chance do esmalte embolar na hora ou descascar com mais facilidade depois.

Secagem completa do esmalte pode demorar mais de dez horas

A evaporação dos solventes antes de cada camada é relativamente fácil de enxergar com os olhos, mas o mesmo não pode ser dito do tempo geral de secagem do esmalte. Mesmo que pareça estar bem fixado, o produto demora cerca de 12 horas para secar completamente e nesse período é bom ficar longe de situações que possam comprometer sua duração. Uma das mais comuns é o excesso de calor, que pode vir de banhos quentes ou saunas. Se for difícil cumprir a missão, tente fazer o último enxágue das mãos com água fria para estabilizar a fixação.