Exagerou no iluminador? Saiba como corrigir o excesso de brilho na maquiagem e aprenda a evitar o erro na make

Quer saber como corrigir o iluminador em excesso na maquiagem? Veja algumas dicas na matéria (Foto: Instagram  @shanigrimmond)
O efeito iluminado na medida certa é perfeito para as makes de qualquer ocasião (Foto: Instagram  @hermela)
O segredo é usar um pincel limpo e o pó translúcido para remover o excesso do iluminador no rosto (Foto: Instagram  @thriftsandthreads)
Quer saber como corrigir o iluminador em excesso na maquiagem? Veja algumas dicas na matéria (Foto: Instagram @shanigrimmond)

Para as apaixonadas por brilho na maquiagem, é mais do que comum se empolgar e exagerar um pouquinho na hora de aplicar o iluminador no rosto, né? Especialmente para aquelas que ainda estão se familiarizando com o glow do produto, é comum acabar brilhando um pouco além do esperado ao tentar entrar na tendência de pele iluminada e reproduzir o strobing, por exemplo - maaaas, quando isso acontecer não se preocupe: dá para salvar o look com um truque simples e certeiro. Quer saber como? Separe o pó translúcido + um pincel limpo e depois siga as dicas da matéria!

Passo 1: use um pincel limpo para retirar o excesso do iluminador

Logo de início, nada de tentar resolver a situação usando a pontinha dos dedos, viu? Isso pode fazer com que as partículas de brilho do iluminador se espalhem por outras áreas do rosto e detonem de vez a produção! Para conseguir retirar o excesso sem comprometer o visual, o melhor caminho é usar um pincel de pó bem macio e totalmente limpo para fazer movimentos de vai e vem bem delicados, como se você estivesse varrendo o produto para fora da pele.

Passo 2: aplique um pó translúcido por cima para cobrir os resquícios do produto

Feito isso, é hora de aplicar um pó translúcido na pele para disfarçar o aspecto de brilho em excesso por completo! Nesse caso, se preferir, vale também o uso de um pó compacto, mas cuidado para não criar diferenças de tom na pele por conta da reaplicação do produto com cor.

Aqui, ao fim do segundo passo, é bem provável que o iluminador ainda deixe alguns resquícios de brilho por baixo do pó, garantindo um aspecto mais discreto e ar saudável ao visual. Caso seja esse o look desejado, basta parar o processo por aqui!

Passo 3: refaça o que for preciso na maquiagem

No entanto, se o efeito iluminado saiu por completo da make, o terceiro e último passo consiste em refazer a maquiagem da maneira certa! Agora, nada de ter medo do iluminador, viu? Ele continua sendo um item queridinho nas makes, afinal de contas, a trend de pele iluminada promete ser a cara do verão (e das próximas estações) em 2018! Para saber como usá-lo sem cometer os mesmos erros, basta seguir alguns segredinhos.

Dicas extras para não errar nas próximas produções:

1- Deixe para aplicar o iluminador de pouquinho em pouquinho. É melhor repetir o processo do que ter que retirar o produto já na pele, né? Prefira pequenas quantidades e vá construindo o efeito aos poucos;

2- Na make, deixe para colocar o iluminador depois da base e antes do blush. Isso ajuda a minimizar o brilho em excesso e dar uma aparência iluminada no rosto;

3- Se o resultado fica bem longe do natural independentemente da quantidade de iluminador aplicada, o segredo é escolher o tom certo do produto. Sabia que peles negras, morenas e claras devem usar tonalidades diferentes? Para entender qual é a mais indicada para você, clique aqui e veja um guia completo com todas as dicas!

Redação: Raquel Carletto