Greta Garbo: maquiagem de diva do cinema inspira beleza até os dias de hoje

Greta Garbo foi uma das grandes divas do cinema, e sua maquiagem sofisticada é referência até os dias de hoje
Greta Garbo foi uma das grandes divas do cinema, e sua maquiagem sofisticada é referência até os dias de hoje
A atriz não se importava em destacar olhos e lábios simultaneamente e apostava em sombra esfumada e batom vermelho
A atriz não se importava em destacar olhos e lábios simultaneamente e apostava em sombra esfumada e batom vermelho
Os cílios super alongados ajudavam a dar um ar de mistério que Greta transmitia através do olhar
Os cílios super alongados ajudavam a dar um ar de mistério que Greta transmitia através do olhar
As sobrancelhas finas e bem arqueadas, quase arredondas, eram marca registrada da atriz, que depilava os pelos e refazia o desenho com lápis delineador
As sobrancelhas finas e bem arqueadas, quase arredondas, eram marca registrada da atriz, que depilava os pelos e refazia o desenho com lápis delineador
Característica da época, a pele de Greta era bem preparada, de forma a ficar bem clara e com aspecto encerado
Característica da época, a pele de Greta era bem preparada, de forma a ficar bem clara e com aspecto encerado
A beleza da atriz é referência até os dias atuais e serviu de inspiração para editorial da V Magazine em abril de 2010, estrelado por Kirsten Dunst
A beleza da atriz é referência até os dias atuais e serviu de inspiração para editorial da V Magazine em abril de 2010, estrelado por Kirsten Dunst
Assim como Greta, Kirsten usou sobrancelhas super finas e batom vermelho para as fotos da V Magazine
Assim como Greta, Kirsten usou sobrancelhas super finas e batom vermelho para as fotos da V Magazine

Greta Garbo foi uma das grandes divas do cinema e seu olhar melancólico é lembrado até os dias de hoje. Contratada pelos estúdios da MGM, a atriz foi moldada por empresários para se tornar uma referência em beleza entre as décadas de 1920 e 1930. A jovem sueca chegou à Hollywood acima do peso, com cabelos crespos e dentes irregulares, mas só estreou nas telas com a aparência impecável que viria a torná-la icônica.

Maquiagem destacava olhos e lábios


Mais independentes, as mulheres desejavam mostrar ao mundo sua feminilidade, e apostavam na maquiagem para garantir o feito. Logo, Greta se tornou sinônimo de sofisticação ao apostar em uma pele bem acabada, olhos marcados, lábios vermelhos e sobrancelhas delineadas. Como a moda da época pedia, a pele era preparada para ficar bem clara e com aspecto encerado, o toque de cor ficava para o blush discreto nas maçãs do rosto.

O olhar misterioso era marca registrada de Greta e dava o tom de suas personagens. Para conquistar tal efeito, a atriz apostava em pálpebras bem marcadas com sombras escuras e cílios alongados para dar mais glamour à produção. Mesmo com olhos chamativos, a atriz não abria mão do batom vermelho, que surgiu como tendência na década de 1930, após um início de século no qual reinou o rosa discreto.

Sobrancelhas finas viraram marca registrada


No entanto, uma de suas características mais marcantes e copiadas eram suas sobrancelhas. Como a maioria das mulheres da época, Greta depilava os pelos da região quase que por completo e refazia seu desenho com lápis delineador. A moda pedia por sobrancelhas bem finas e arqueadas, quase arredondadas, que terminavam na metade das têmporas e apontavam para baixo.

Greta foi eleita como a quinta maior lenda da sétima arte pelo Instituto Americano de Cinema, e recebeu um Oscar pelo conjunto de sua obra, em 1954. Após quinze anos de carreira, a atriz abandonou o cinema aos 36 anos abalada pelas críticas negativas sobre seu último filme, "Duas Vezes Meu". Ela optou por uma vida de reclusão, como colecionadora de arte, e faleceu em 1990, aos 84 anos.