Maquiagem icônica: olhos eram destaque da maquiagem de Diana Ross no início da carreira

Com o sucesso do trio The Supremes, Diana Ross tornou icônico o visual de olhos realçados por cílios postiços
Com o sucesso do trio The Supremes, Diana Ross tornou icônico o visual de olhos realçados por cílios postiços
Para um visual mais glamouroso, a cantora complementava sua maquiagem com uma sombra iluminadora aplicada até o limite das pálpebras com as sobrancelhas
Para um visual mais glamouroso, a cantora complementava sua maquiagem com uma sombra iluminadora aplicada até o limite das pálpebras com as sobrancelhas
O diferencial do estilo de Diana estava nos cílios postiços aplicados nas pálpebras superiores e inferiores
O diferencial do estilo de Diana estava nos cílios postiços aplicados nas pálpebras superiores e inferiores
Diana recorria ao estilo lançado pela modelo Twiggy, com o côncavo marcado por sombra escura, para conquistar um visual moderno
Diana recorria ao estilo lançado pela modelo Twiggy, com o côncavo marcado por sombra escura, para conquistar um visual moderno
O delineador preto com traçado alongado também eram marca registrada da maquiagem da cantora
O delineador preto com traçado alongado também eram marca registrada da maquiagem da cantora

No auge do sucesso do trio The Supremes, Diana Ross marcou época com penteados sempre irreverentes e muito exuberantes. Já em relação à maquiagem, a cantora se manteve fiel a apenas um estilo ao longo das décadas de 1960 e 1970. Os olhos bem realçados por cílios super longos logo se tornaram o visual icônico da diva do soul e serviram de inspiração para as fãs de black music.

Cílios postiços eram diferencial do visual


Diana sempre se mostrou interessada em beleza e, enquanto ainda estava no ensino médio, estudou cosmetologia. As aulas a ajudaram a elaborar um estilo totalmente exclusivo, ainda que baseado nas tendências da época. Os cílios postiços, por exemplo, sucesso nos anos dourados, eram recorrentes em suas produções, mas tinham como diferencial realçar as pálpebras superiores e inferiores.

Além dos cílios super alongados, Diana tinha outros truques para destacar ainda mais seus olhos. O lápis branco passado rente a linha d'água tinha a função de abrir o olhar, enquanto o traçado alongado de delineador preto garantia mais definição à área. Para complementar a produção da região, suas sobrancelhas eram delineadas em um formato bem fino e discretamente arredondado.

Sombra era adequada ao estilo da maquiagem


Ao fazer uso de sombras, Diana gostava de mostrar versatilidade na escolha dos tons, sempre adequados ao estilo de cada produção. Para um visual mais glamouroso, a opção era por uma tonalidade clara e iluminadora, aplicada até o limite das pálpebras com as sobrancelhas. Já para um efeito mais moderno, a cantora recorria a um pigmento mais escuro para marcar o côncavo, efeito que foi lançado pela modelo Twiggy.

Como os olhos eram o principal destaque da maquiagem de Diana, ela preferia manter o restante do visual mais discreto para que nenhuma região brigasse pelas atenções. Com a pele preparada, a cantora realçava as maçãs do rosto com blush avermelhado bem marcado. Já para os lábios, a escolha era por um gloss rosa translúcido, com cobertura semitransparente, porém, com muito brilho.