Pedicure: saiba se é necessário remover as cutículas das unhas dos pés

As unhas dos pés ficam mais expostas e por isso necessitam ainda mais de atenção na hora da esmaltação
As unhas dos pés ficam mais expostas e por isso necessitam ainda mais de atenção na hora da esmaltação

Remover as cutículas é um hábito comum entre as brasileiras no momento da esmaltação. Porém, se antes era tido como fundamental, hoje muitas mulheres estão eliminando esse passo da rotina de beleza, optando apenas por hidratar a pele que protege os dedos. Quando o assunto são as unhas do pé, no entanto, o ritual é ainda mais questionado pelas apaixonadas por esmaltes. Confira as vantagens e desvantagens de remover as cutículas das unhas dos pés.

Remover ou não as cutículas? Saiba os benefícios de cada um

Como os pés ficam em contato com o chão, costumam estar mais expostos a sujeiras e agentes externos. Por isso, o cuidado de manter as unhas sempre em dia e as cutículas removidas ganham um espaço especial na rotina de beleza das mulheres, que investem no passo a passo para conquistar uma melhor aparência para a área.

A ação, porém, pode ser prejudicial para a saúde das unhas. Pelo mesmo motivo de estarem sempre expostas, as unhas dos pés precisam de mais proteção do que as da mão, e as cutículas serão uma das principais responsáveis por impedir que bactérias, vírus e fungos consigam entrar.

Preocupação extra no inverno com unhas dos pés

Com as temperaturas mais baixas se aproximando aqui no Brasil, é comum retirar dos armários os sapatos mais fechados e quentinhos, com sapatilhas, tênis e botas. Com os pés em proteção durante todo o dia, as cutículas tendem a ficar mais sensíveis, o que pode gerar ainda mais machucados e pequenas inflamações na hora de removê-las, os conhecidos "bifes", que podem aumentar o risco de contágio por doenças.

Hidratação é indispensável para cutículas bonitas

Uma alternativa para aquelas que decidiram abrir mão da remoção das cutículas durante a esmaltação dos pés é a hidratação, que pode ser feita com o auxílio de ceras, cremes redutores ou canetas com formulações próprias para hidratar as cutículas. As espátulas continuam liberadas e ajudam e diminuir a aparência das peles nas unhas, assim como as esfoliações caseiras, feitas com elementos como açúcar e mel, que vão acabar com o efeito mais ressecado das cutículas.