Pele negra com esfumado de sombra prata ou marrom: qual cor fica melhor na modelo Chanel Iman?

Chanel Iman é dona de uma beleza exótica, e gosta de realçar seus olhos puxados com maquiagem de sombra esfumada
Chanel Iman é dona de uma beleza exótica, e gosta de realçar seus olhos puxados com maquiagem de sombra esfumada
Pele negra com esfumado de sombra prata ou marrom: qual cor fica melhor na modelo Chanel Iman?

Chanel Iman é dona de uma beleza exótica, fruto de sua miscigenação racial. A modelo negra apresenta alguns traços asiáticos, herdados de sua mãe, que tem ascendência coreana. E a mistura deu tão certo que Chanel faz questão de reaçar seus olhos puxados. A maquiagem preferida da modelo é com sombra esfumada, delineando o contorno de suas pálpebras e chamando a atenção para a região.

Sombra prateada garante visual moderno


Em fevereiro, Chanel participou do evento em comemoração aos cinquenta anos da revista Sports Illustrated com os olhos realçados por sombra prateada, e se destacou como uma das mulheres mais bem maquiadas daquela semana. A modelo escolheu uma tonalidade bem parecida com a cor de seu vestido, que iluminou seu olhar e deixou o visual moderno, com o diferencial do contorno nas pálpebras inferiores e no canto interno dos olhos.

Para que a produção não ficasse exagerada, a modelo apostou em uma pele matificada, blush rosado e lábios com um discreto batom nude. A sombra prateada, que contém pigmentos frios, criou um contraste com a pele negra de fundo amarelado de Chanel, chamando ainda mais atenção para a área dos olhos, o que prova que as regras de maquiagem não são rígidas, já que a opção mais indicada para seu tom de pele seria uma sombra de tonalidade quente.

Marrom proporciona dramaticidade ao olhar


Seguindo este critério de harmonização, Chanel preferiu um esfumado marrom para participar de evento da marca Montblanc. Na ocasião, em abril, a modelo apostou em uma maquiagem que prezava pela pele iluminada e bronzeada, criada a partir de tons terrosos, como o usado na sombra. A tonalidade escura garantiu um ar mais dramático ao visual, já que deu profundidade aos olhos da modelo, e proporcionou um ar mais clássico à produção.

Em 2007, Chanel posou para a capa da edição de maio da revista Vogue, na qual foi apontada como um dos nomes da nova geração de supermodelos. Trabalhando na área desde os treze anos de idade, a norte-americana viu sua carreira deslanchar com o título, que lhe rendeu trabalhos para Ralph Lauren, Bottega Veneta e DKNY. Expandindo sua área de atuação, a modelo já trabalhou também como apresentadora do programa House of Style.