Pele sedosa, longa duração e make natural: descubra as vantagens do blush em creme

Usar blush em creme é garantia de pele sedosa e natural
Usar blush em creme é garantia de pele sedosa e natural

Quem curte uma make bem natural precisa conhecer o blush em creme. O produto clássico com textura diferente é amigo da pele seca e traz um incrível ar de saúde ao rosto. O acabamento deixa a pele sedosa e é um dos principais trunfos deste tipo de blush, que costuma causar elogios e se torna queridinho de quem experimenta.

O produto é mais indicado para o dia a dia, quando praticidade é tudo o que toda mulher precisa. Maquiadores profissionais como Danilo Severo, do salão C.Kamura, não aconselham o uso do blush em creme em makes para grandes eventos: "o acabamento mais oleoso desse tipo de blush é potencializado pelo nosso clima quente, tornando difícil manter o nível de brilho correto" contou.

Conheça os benefícios e truques do produto

Blushes com essa textura costumam ter uma alta aderência à pele, o que significa o fim dos muitos retoques. A opção é perfeita para o verão, quando o calor faz o tempo de duração de qualquer make cair consideravelmente. Quer mais vantagens? Como o produto é mais fluido, ele ainda faz a vez de iluminador, trazendo um brilho bem discreto ao rosto. Impossível não ficar tentada a experimentar e, se o empecilho era o medo de não saber aplicar, não há segredo na técnica.

Dedos ou pincel? Como aplicar?

A maior dúvida sobre o produto é quando aplicar, antes ou depois do pó? Para potencializar o aspecto sedoso, a dica é passar por cima de toda a maquiagem sem se preocupar em desfazer as camadas de baixo. Já quem tem pele oleosa, como a maioria das brasileiras, pode melhorar o acabamento passando o pó por cima e mantendo a área sequinha por mais tempo.

O produto pode ser aplicado de duas formas: com os dedos ou com um pincel. Tudo vai depender da textura do blush. Se ela for um pouco mais grossa, os dedos são as ferramentas perfeitas desde que a cor seja espalhada com delicadeza para não ficar muito forte. Os que têm a textura mais fininha podem ser distribuídos em movimentos circulares por um pincel, de preferência o duo fiber, que possui uma ponta reta perfeita para esfumar bem a cor.

Independente da aplicação escolhida, seja rápida e não demore muito para espalhar o produto depois de depositar nas bochechas, já que o risco de manchar a pele e ter que refazer a maquiagem é grande. Segundo Vanessa Rozan, maquiadora do programa Esquadrão da Moda no SBT, o blush deve ficar bem em cima do osso da bochecha e ser levemente esfumado para baixo.

Descubra a cor ideal

Para a profissional, também é preciso atentar para o tom do produto: "a cor ideal fica entre o laranja e o rosa, para reforçar a aparência de rubor natural", ensina a profissional no canal de beleza do site Youtube. O importante é conhecer o seu tom de pele e descobrir a cor que mais combina com ele.