Três hábitos comuns que podem prejudicar as unhas

Contato prolongado com a água, removedores com acetona e mudanças de temperatura podem prejudicar as unhas
Contato prolongado com a água, removedores com acetona e mudanças de temperatura podem prejudicar as unhas

Manter as unhas sempre saudáveis e belas é fundamental para garantir um bom resultado na esmaltação, e consequentemente exibir unhas perfeitas com aquele esmalte do momento ou ainda apostando nas famosas nail arts. Porém, algumas mulheres sofrem com unhas frágeis que tendem a quebrar, e não sabem o motivo nem a solução para reverter o quadro. Alguns hábitos, como usar removedores com acetona, expor as unhas à mudanças de temperatura e ao excesso de água, podem influenciar a estrutura das mesmas e prejudicá-las. Entenda como.

Exposição de água em excesso pode descolar unha

O contato das mãos com a água é constante no dia a dia, mas deixar as unhas molhadas ou úmidas por longos períodos de tempo pode acabar danificando a área, já que elas possuem alto poder de absorção do líquido. "Deixar a mão úmida ou usar muito sapato fechado pode favorecer o crescimento de fungos que se alimentam da queratina - responsável pela resistência das unhas - e provocam o enfraquecimento e descolamento do leito ungueal", explica a dermatologista Jomara Estefaneli, do Instituto da Pelle. O recomendado é deixá-las em contato com a água apenas pelo tempo necessário e secá-las totalmente após a lavagem.

Mudança de temperatura também pode influenciar na saúde das unhas

No Brasil, a variação de temperatura é comum em qualquer estação do ano, o que também pode influenciar a saúde das unhas, que ficam sujeitas à diferentes tipos de umidade. "No calor elas ficam ressecadas e podem quebrar, já no frio o excesso de umidade pode resultar em uma maciez intensa e ocasionar o descolamento", esclarece a dermatologista.

Removedores de esmalte com acetona podem danificar as unhas

Usar removedor de esmalte à base de acetona tornou-se um hábito comum para as mulheres e manicures, mas a substância causa grandes danos às unhas. A acetona é um forte solvente, que provoca ressecamento e deixa as unhas quebradiças. "A acetona agride a parte de baixo da unha e a pele em volta dela, além de gerar um grande ressecamento que leva à descamação, causando fissuras na região. As unhas perdem a elasticidade e podem se descolar, dividir e quebrar", alerta a dermatologista Aline Vieira.

A dica é optar por removedores que não possuem o solvente em sua fórmula. "Os removedores são feitos à base de óleo que diluem o esmalte. São compostos por bepantol, vitaminha E, óleos naturais, silicone e outros ativos que ajudam a proteger a queratina da unha, lubrificar e hidratar toda região", disse Aline.